top of page
  • Foto do escritorRaipe Comunicação e Design

Gerenciamento de redes sociais vai muito além da publicação aleatória de conteúdos

No dia 23 de abril de 2005, o jovem Karin publicou um clipe no Youtube intitulado "Me at the zoo" (Eu no zoológico). Foi o primeiro vídeo postado na plataforma há 16 anos.


O post, que mostra um rapaz falando sobre elefantes e suas longas trombas, tem mais de 168 milhões de visualizações e pouco mais de 11 mil comentários. É isso, um adolescente desconsertado falando sobre um assunto banal foi a primeira publicação do Youtube. E durante muito tempo, vídeos de gatinhos tinham grande repercussão nessa rede social.





Talvez por isto, acostumamo-nos com a ideia de que bastava uma câmera e uma sacada engraçada para deslanchar nas redes. O próprio Whindersson Nunes, o humorista brasileiro que se tornou um fenômeno da internet, conta que nem câmera tinha quando começou a postar os seus vídeos no Youtube. Segundo ele, para gravar um vídeo, andava três quilômetros até a casa de um amigo.


É possível que muita gente ainda pense que mandar bem nas redes sociais é uma questão de mera intuição ou sorte por causa desses e de outros exemplos. Mas, de 2005 para cá, muita coisa mudou.


Atualmente, destacar-se nas redes requer um trabalho profissionalizado. A profusão de conteúdos e formas nas redes exige qualidade para quem quer se destacar. É aí que entra o trabalho de gerenciamento de redes, um serviço que vai muito além da simples postagem de conteúdos aleatórios.



O gerenciamento é o esfoço para estruturar as redes sociais de modo a produzir resultados para quem deseja vender produtos ou serviços, promover marcas ou pessoas ou simplesmente informar.


O trabalho começa com um planejamento prévio, passa pela definição de um padrão visual e de uma linguagem direcionados ao público-alvo e termina com as interações com os clientes/seguidores/leitores.


Além disto, o gerenciamento trabalha com relatórios e métricas para avaliar os resultados alcançados, conforme os objetivos pretendidos. Em alguns casos, o trabalho ainda consiste na produção e na edição dos conteúdos que serão publicados.


A tarefa, como se pode ver, é complexa. Por isto, ainda que se tenha alguma noção do funcionamento das redes sociais, convém procurar um especialista. Porque a sua marca pode até vir a se tornar grande como o elefante mostrado pelo Kim, mas certamente isso não ocorrerá postando vídeos toscos e sem graça.

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page